Planejamento de marketing para consultórios odontológicos, 5 dicas para não errar

Em qualquer ramo de negócio que você atue, seguir dicas para não errar nas estratégias de marketing é essencial para que o seu empreendimento evolua de maneira objetiva. 

marketing para consultórios odontológicos

Para isso, o planejamento de marketing tem se tornado crucial para o avanço de todos os negócios, principalmente para o ramo odontológico.

Para te ajudar nessa jornada, neste artigo separamos 5 dicas para não errar ao realizar o planejamento de marketing.

1- Faça uso de softwares odontológicos


Atualmente, existe uma grande diversidade de softwares odontológicos que podem oferecer uma grande ajuda para o seu cotidiano.

Na prática, essa ferramenta é capaz de automatizar as ações de marketing do seu consultório, fazendo com que seu alcance seja maior.

Também é possível encaminhar lembretes de consulta e mensagens de datas comemorativas tanto por e-mail quanto por SMS, aproximando o público da marca e gerenciando a agenda de uma melhor forma.

Se você possui um site ou blog junto a essas mensagens, é possível encaminhar o seu endereço digital, no qual dúvidas sobre clareamento dental preço podem ser facilmente solucionadas sem a necessidade dos seus pacientes irem ao consultório.

2- Ofereça um diferencial


Mesmo que o ramo odontológico seja muito amplo, é importante ter um bom diferencial no atendimento ou oferecimento, pois isso irá influenciar diretamente no marketing e visibilidade da sua clínica ou consultório.

Para isso é possível ter uma especialização em um tratamento específico, para que você se torne referência e tenha seu espaço no mercado.

Para se ter uma ideia, algumas pessoas procuram clínicas especializadas para a realização de procedimentos como implantes dentarios, pois se sentem mais seguras por ser um procedimento mais delicado e que necessita de um profissional com experiência no ramo.

3- Use as redes sociais


Estamos em um período que é considerado como a era da tecnologia, e isso não é por acaso, afinal as redes sociais são usadas por cerca de 70% da população.

Hoje, é praticamente impossível encontrar alguém que não faça uso do WhatsApp ou do Facebook, e essas ferramentas podem ser aliadas a uma boa estratégia de marketing para trazer grandes avanços para o seu consultório e trazer personalidade para a clínica.

No Facebook você pode criar uma fan page e adicionar conteúdos informativos que gerem engajamento. Dessa maneira, os seus serviços serão procurados ou obterão uma boa reputação.

Neste ponto cabe ressaltar que no setor odontológico ofertas e serviços não podem ser ofertados (em relação a promoções e resultados) de maneira online. Mas isso não significa que você não pode gerar um engajamento menos direto com seu negócio.

Assim, você pode apresentar um problema e as possíveis soluções, explicar sobre diversos temas e sua área, relacionado ao seu segmento. Isso fará com que em casos que um verdadeiro problema surja você seja a primeira pessoa que os internautas irão procurar por ser uma referência no setor.

Por exemplo, você pode desenvolver um conteúdo que diz ‘’tudo que você precisa saber sobre lente de contato dental’’, e tanto aqueles que já consomem seus materiais quanto aqueles que buscam por informações sobre o procedimento podem chegar à sua clínica e realizarem o tratamento se atraídos de forma correta.

4- Não compre listas de e-mail


Quando falamos em e-mail marketing, surgem muitas dúvidas com relação à estratégia. Afinal, enquanto alguns acreditam que o e-mail já não surtem tanto efeito, outros imaginam que enviar uma grande quantidade sem segmentação adequada trará resultados; mas não é bem essa a realidade.

Devido diversas vantagens, como a personalização e acompanhamento de métricas, além da permissão do próprio usuário, o e-mail tornou-se uma grande ferramenta de trabalho - justamente pela sua exclusividade.

O melhor benefício de utilizar o e-mail como ferramenta de marketing é que os internautas que recebem o conteúdo são aqueles que já demonstraram interesse no seu trabalho e, geralmente, passaram o contato em troca de receber os seus materiais, demonstrando confiança.

Sendo assim, você encaminhará materiais conforme a segmentação desse público e a interação que ele já faz com seu site, por exemplo.

Afinal, é muito mais fácil atrair e converter um lead que já demonstrou interesse em materiais sobre quanto custa um implante dentario trazendo mais profundidade em e-mails sobre esse tema.

A criação da base de e-mails também é um processo muito importante nesse contexto e que traz diversos benefícios, como o engajamento do usuário.

Para que isso seja possível, é preciso agregar valor à experiência desse cliente, oferecendo materiais em troca do e-mail. Dentre os principais itens que podem ser oferecidos estão:

  • Newsletter e benefícios exclusivos para um grupo “vip”;
  • Séries de conteúdos;
  • E-books;
  • Materiais em áudio ou vídeo;
  • Cursos e treinamentos.

Desse modo, a compra de e-mails não se mostra uma estratégia efetiva.

Para se ter uma ideia, em grande maioria, os e-mails nessas listas nem existem mais, aqueles que existem não despertaram interesse genuíno em sua marca/conteúdo, além de poderem te reportar como spam. Mais ainda, essa é tida como uma ação que pode ser penalizada.

5- Trabalhe com um funil sobre seu negócio


O internauta que acessa sua rede em busca de informações não é o mesmo que procura e faz uso de seus serviços, afinal estão em estágios diferentes de interação. Justamente por isso é importante ter um bom funil de vendas no seu negócio.

Essa dica é valiosa tanto para meio digital quanto físico, pois é extremamente importante que você consiga conversar de maneira adequada com ambos perfis de clientes.

Atualmente existem algumas ferramentas que podem auxiliar nessa identificação e segmentação, contribuindo também para a automação de e-mail e mensagens.

Isso porque é possível separar os clientes e possíveis clientes em diferentes graus de relacionamento/interação.

Ou seja, segmentá-los entre aqueles que já demonstraram interesse, que já efetuaram alguma compra, ou que abandonaram uma operação - de modo que seja possível interagir com cada um desses perfis de maneira assertiva.

Para isso, é preciso entender as suas demandas e fluxos de compra, de modo a criar um funil que atenda às suas necessidades e estratégias, para que de maneira objetiva você consiga atingir seus usuários.

Colocando essas dicas em prática, facilmente você conseguirá adquirir um bom espaço no marketing e poderá aprimorar diversas técnicas de acordo com os testes que realizar com a sua audiência, tendo ações cada vez mais efetivas.

O mundo digital vem evoluindo constantemente e apostar na inovação e no aprimoramento da relação com o cliente, bem como na imagem da marca é essencial para que tenha um crescimento constante e mensurável no mercado.

Conteúdo produzido por Dayane Goes, redatora da empresa Vue Odonto.