Marketing Sensorial: o que é e como utilizar para aumentar as vendas

 O marketing sensorial é uma estratégia que tem como objetivo trabalhar os estímulos sensoriais do corpo humano, ou seja, os cinco sentidos.

Quando uma pessoa vai comprar algum produto, ela gosta de saber mais sobre aquilo e, se puder, quer tocar o produto, visualizar as cores, sentir o peso, o cheiro, ouvir o som, dentre outras sensações para criar uma identificação com o produto.


Marketing Sensorial



Tudo isso também pode ser trabalhado antes mesmo de o consumidor se sentir atraído por uma solução. Muitos clientes que entram numa loja para dar uma olhada, acabam comprando um item por conta do marketing sensorial.

Claro que eles não se dão conta disso, pois essa estratégia cria uma identificação entre o consumidor e a marca pelo visual das propagandas, o aroma do ambiente, as músicas que tocam no estabelecimento, entre outros aspectos.

Essas ações funcionam tanto que são comuns no varejo e nas lojas físicas, pois muito além de convencer o consumidor, elas também garantem uma boa experiência de compra.

Para entender melhor, neste artigo, vamos explicar o que é o marketing sensorial, mostrar algumas marcas que fazem uso dessa estratégia, além dos benefícios que ela traz.

Entenda o que é marketing sensorial

O marketing é uma área que possui muitas subdivisões, e o marketing sensorial é uma delas. No entanto, trata-se de uma das estratégias mais criativas e impactantes, pois trabalha diretamente com os 5 sentidos das pessoas, que são:

  • Olfato;

  • Tato;

  • Visão;

  • Audição;

  • Paladar.

Esse trabalho tem como objetivo reforçar o vínculo entre a marca e os clientes, por meio desses estímulos.

Assim, se uma empresa terceirizada de limpeza investe em branding sensorial, cria um ambiente que faz com que o indivíduo sinta a necessidade de adquirir seus serviços, além de melhorar a experiência de compra.

Os sentidos naturais do ser humano são caminhos para despertar a necessidade de consumo, uma vez que eles estão relacionados com a sensação de bem-estar.

A atmosfera sensorial é proveniente de diferentes recursos que atuam simultaneamente, além do fato de se complementarem, fazendo sentido para o negócio e seu público-alvo.

Dentre os recursos mais utilizados estão as músicas, aromas, degustações, iluminação da vitrine, dentre outros. Para entender um pouco mais como eles funcionam, vamos explicar sobre os 5 sentidos dos seres humanos.

O olfato tem um papel importante na construção da memória. Ao longo da vida, o aroma de um perfume ou de uma comida nos lembra algum momento vivido, alguém, uma viagem e, claro, uma ou mais marcas.

Toda vez que o cliente sentir determinado aroma, vai se lembrar da empresa. Por essa razão, o olfato é uma ferramenta importante para construir a marca, e os estímulos podem estar presentes nos produtos e nos estabelecimentos.

O tato, por sua vez, é o sentido mais comum na hora da compra, pois nada mais natural do que colocar as mãos nos produtos para entender um pouco mais sobre eles.

No caso dos serviços, como os procedimentos oferecidos por uma clínica de micropigmentação, o tato pode ser trabalhado quando o cliente toca a cadeira em que será realizado o procedimento, o produto aplicado, e assim por diante.

As mercadorias podem ser sentidas pelas mãos e a maneira como o consumidor sente o produto é fundamental para influenciar a decisão de compra.

A visão pode ser considerada o primeiro contato sensorial entre uma pessoa e uma solução vendida, aliás, esse sentido é fundamental para a identidade visual da marca.

É por isso que as empresas escolhem combinações com cores fortes e únicas, seja em suas identidades visuais ou produtos, posto que são capazes de fazer com que o cliente identifique as marcas imediatamente.

Essa estratégia depende da psicologia das cores, afinal, por meio dela a empresa transmite a percepção correta.

Além da identidade visual, a visão também pode ser trabalhada no ponto de venda, mantendo o local sempre organizado, bem decorado e com uma boa iluminação.

Quanto à audição, uma clínica de peeling químico profundo pode usar a música para impactar o comportamento dos clientes.

De acordo com uma pesquisa da Heartbeats International, 35% das pessoas passam mais tempo dentro de uma loja quando gostam de uma música, e 31% voltam para comprar.

A música mexe com o emocional e desperta sensações positivas no humor, mas a playlist deve ser selecionada de acordo com as características do público-alvo do negócio.

O paladar, por fim, não é exclusividade dos estabelecimentos alimentícios. Por exemplo, oferecer água, café e balas para os clientes torna a visita deles ao estabelecimento muito mais agradável.

Essa estratégia é tão assertiva que uma série de marcas conhecidas no mundo todo não abrem mão dela, como vai ficar mais claro a seguir.

Marcas que investem nessa estratégia

O marketing sensorial pode ser aproveitado por empresas de qualquer segmento, por meio de totem luminoso, degustação de produtos, música ambiente, entre outras possibilidades. Alguns exemplos de marcas conhecidas que fazem isso são:

1 - Papemix

A Papemix é uma marca que comercializa materiais escolares e de escritório, além de vender outros tipos de produtos, como presentes, artigos de decoração e brinquedos.

Para estimular seus clientes, investiu em uma programação musical, que combina com as características de seu público. Isso fez com que a marca se tornasse algo especial para os consumidores.

2 - Lacoste

A Lacoste é uma empresa que investe muito em uma estratégia conhecida como music branding. Por meio dela, a empresa garante uma experiência completa, especial e original a seus clientes.

A estratégia se baseia no uso de trilhas sonoras que sejam compatíveis com as características da marca, como história e identidade.

3 - Pandora

Uma boa fachada de loja infantil é decisiva na hora de estimular a compra, por essa razão, tantas empresas no mundo trabalham o visual de seus estabelecimentos de vendas.

A Pandora é uma marca de joias dinamarquesa, que chegou ao Brasil em 2009 e está sempre em busca de maneiras criativas de se comunicar com seus clientes.

Além de uma decoração impecável, também trabalha com uma playlist que transmite a sofisticação da marca, fazendo com que as pessoas simplesmente se encantem com ela.

As músicas escolhidas também são compatíveis com a coleção vigente, por meio de melodias que refletem a mensagem do perfil.

Principais benefícios do marketing sensorial

O marketing sensorial traz muitos benefícios para as marcas. Por exemplo, por meio dele, a empresa consegue criar vínculos emocionais com os consumidores.

Quando uma pessoa se dirige a um estabelecimento, e logo de cara percebe uma fachada de loja moderna, imediatamente se sente mais confiante.

Se o local trabalha com o marketing sensorial, faz com que esse consumidor se sinta à vontade, que se identifique com os aspectos físicos do ambiente e isso cria um vínculo que ele não consegue com outras empresas.

Para o consumidor moderno, isso é considerado um fator crucial, visto que ele precisa ter essa aproximação com uma marca para comprar com ela.

Outro benefício é a possibilidade de explorar os produtos, além daquilo que ele permite. Por exemplo, em uma loja de veículos, o comprador pode experimentar o carro, fazer um teste, mas esse local também pode explorar o paladar dessa pessoa.

Oferecer um café e alguns biscoitos, além de tocar uma música agradável, faz com que a decisão de compra seja mais tranquila, a pessoa fica mais tempo dentro da loja, e desse modo, a marca tem tempo de influenciar em sua decisão.

Um banner em lona para fachada já cria uma expectativa positiva, e juntamente com outras estratégias de marketing sensorial, a marca estimula o desejo de compra sem precisar empurrar seus produtos e serviços.

Fazer com que o consumidor se sinta bem e tenha uma boa experiência, também é a melhor maneira de fidelizá-lo e encantá-lo, e essa estratégia também tem esse foco.

É claro que o objetivo é fazer o cliente comprar, mas sua decisão depende do modo como ele vai se sentir dentro do ponto de venda.

É intrínseco do ser humano querer reviver uma experiência positiva, e ao vivenciar algo agradável com uma marca, ele vai procurá-la mais vezes para repetir esse sentimento.

Por fim, ao investir em uma boa fachada de loja feminina e nas melhores estratégias de marketing sensorial, a marca consegue desenvolver uma identidade única e inovadora.

A partir disso, ela se torna inconfundível para os consumidores e entra para a lista das preferências dos clientes.

Considerações finais

O marketing sensorial é uma estratégia muito especial, que além de construir uma imagem positiva para as empresas, traz sensações boas e agradáveis para os compradores.

Neste artigo, você entendeu um pouco mais sobre esse assunto e todas as vantagens que as práticas desse tipo de marketing podem trazer para os negócios.