Próximo passo: como se planejar para comprar um imóvel?

Realizar o sonho da casa própria requer pesquisa e organização, tanto das finanças quanto dos documentos. 

Para muitas pessoas, poder viver em um imóvel próprio é um sonho a ser realizado. Próximo ou distante, não importa: todos querem ter um cantinho para chamar de seu. 

Comprar um imóvel

Hoje em dia, a realização desse sonho está mais fácil de acontecer, graças ao financiamento imobiliário, às condições facilitadas de pagamento e às taxas baixas de juros.

Contudo, para poder comprar um imóvel, é preciso organizar-se financeiramente, separar todos os documentos dos quais vai necessitar (para o contrato, o cartório e até o banco, se for financiar) e pesquisar locais que te agradem.

A tarefa não é rápida, mas não precisa ser chata. Ela pode gerar ansiedade e friozinho na barriga, mas depois da compra do primeiro imóvel, a satisfação vai ser tão grande que você já vai sonhar com o próximo investimento.

Confira, a seguir, o que você precisa levar em conta para poder construir ou aumentar o seu patrimônio. 

Planejamento das finanças


Para quem deseja fazer um financiamento imobiliário, é importante começar a poupar dinheiro quanto antes, organizando-se para poder quitar a dívida em um prazo razoável.

Há financiamentos de 10, 15, 20 e até 30 anos, com parcelas fixas ou pequeno abatimento mensal, e você deve considerá-los como uma parte das suas contas do mês.

Logo, se pretende comprar um imóvel, repense seus hábitos para descobrir como você pode economizar dinheiro e planejar os gastos antes de assumir essa dívida tão significativa. 

Planejamento de vida


Um imóvel é uma compra muito importante, portanto, ela não deve ser feita por impulso. Afinal, uma residência não é um bem que dá para comprar toda semana. Então, avalie cuidadosamente seus planos para o futuro antes de concretizar a transação.

Para que este imóvel será usado? Ele será a moradia de quantas pessoas? Comporta uma família? Há espaço suficiente para quando os filhos crescerem? Tem fins comerciais?

Também é importante pensar se você gostaria de continuar naquele bairro no futuro e quais são as perspectivas de crescimento do local. Às vezes, um local totalmente residencial hoje, torna-se comercial daqui a uma década. Pense se essa ideia te agrada. 

Planejamento do local


Na hora de pesquisar as opções de imóveis, busque referências sobre o que há no bairro também: pergunte a vizinhos sobre opções e distância de comércios básicos, como mercados, padarias, farmácias e bancos.

Pode parecer besteira, mas se você envelhecer no bairro, certamente, vai querer ter todos os serviços por perto para ir caminhando até eles, sem a necessidade do carro ou da moto para poder se deslocar o tempo todo.

Analise a vizinhança para buscar indícios de possíveis pontos de alagamento também. Portões e comportas nas casas podem ser referências tristes de que as pessoas podem perder tudo quando vem uma tempestade intensa.

Também informe-se sobre os meios de transporte que servem aquela localidade. Quais são as linhas de ônibus, trem e metrô? Quais são as distâncias do local onde o imóvel se encontra até eles?

A segurança é outro ponto importante que deve ser considerado antes da compra do imóvel. Alguns bairros considerados de alto luxo viram os imóveis perderem valor exponencialmente por conta da onda de violência e assaltos em suas ruas.

Você pode questionar o assunto com vizinhos, profissionais que circulam pela região ou ir até à delegacia de polícia mais próxima para buscar informações. 

Planejamento de documentos


Após ter encontrado o imóvel dos seus sonhos e descobrir que ele cabe no seu bolso, é chegado o momento de organizar a papelada para a compra.

Converse com a imobiliária ou a incorporadora para saber o que é preciso ter em mãos, providenciando documentos originais e cópias autenticadas que forem demandadas.