Como criar um site de venda de móveis



Vender móveis será uma tarefa fácil nos próximos anos. Com uma taxa de juros baixa, a população terá mais condições de realizar o sonho da casa própria, o que acarreta na necessidade de comprar a mobília.

Nos dias de hoje, as tecnologias utilizadas nos sites deixaram de ser um bicho de sete cabeças. A razão disso é que muito do que se necessita já está pronto e de fácil acesso. Aliás, temos plataformas online que fazem todo o trabalho para você, indo desde a hospedagem até o desenvolvimento da loja virtual.

Dessa forma, não há desculpas aceitáveis para não usufruir dessa tecnologia, não é verdade?

Neste conteúdo, vamos explicar alguns pontos importantes na hora de criar um site de venda de móveis. Deixamos as informações bem mastigadinhas para que pessoas de diferentes níveis técnicos possam compreendê-las.

Vamos lá!

Escolha uma plataforma para vender móveis

A primeira coisa que você deve fazer para vender móveis online é, justamente, ter uma loja na internet. Para a tranquilidade das pessoas que não entendem muito de computador, existem ótimas plataformas para isso.

Se você quer sentir como esse tipo de negócio funciona — e não quer mergulhar de uma vez nele —, o recomendado é iniciar suas atividades pelas opções gratuitas do mercado. Uma das melhores opções é a Loja Integrada.

No ano de 2020, o Google e a Loja Integrada fizeram uma parceria muito importante. Em resumo, a ideia geral era fomentar o desenvolvimento de lojas virtuais aqui no Brasil. Portanto, a plataforma é ótima e gratuita.

Além disso, se o site de móveis começar a bombar, a própria plataforma contém planos de assinaturas, os quais disponibilizam recursos avançados. Assim, você pode expandir seu negócio sem muitos problemas.

Estude a plataforma escolhida para montar o site

Após escolher uma plataforma de sua preferência — não precisa ser a Loja Integrada, é claro —, você precisa estudar suas funcionalidades. Acredite: elas possuem dezenas de ferramentas, as quais são ótimas para seu negócio.

Uma maneira de fazer isso é estudar os tutoriais da plataforma. No entanto, há muitas informações extras em blogs, no YouTube e até em livros. O importante é usufruir ao máximo da plataforma escolhida — e saber seus limites também.

No início do texto, falamos sobre a simplicidade de se criar uma loja virtual atualmente. Porém, isso só é válido quando comparamos a como eram desenvolvidas há alguns anos atrás: era necessário um investimento pesado, o que incluía contratar uma equipe de programadores, designers e outros profissionais.

Com todas as funcionalidades prontas, você só precisa saber usá-las — mas ainda continuam difíceis, diga-se de passagem.

A qualidade das fotos é de extrema importância

Não é fácil substituir a experiência de compra dos clientes, sabia disso? As pessoas acham que basta olhar para o produto e tomar uma decisão. Não é bem assim que funciona.

O cheiro, cor, textura, peso e demais métricas são fatores importantes para os consumidores. No entanto, como estamos falando em lojas virtuais, eles não terão essa experiência por completo. É aí que entra a necessidade das fotos de qualidade.

Não existe uma quantidade ideal de fotos, mas, se bem produzidas, 3 ou 4 são o suficiente. Na hora de fotografar seus móveis, procure fazer isso de diversos ângulos; só assim você dará uma noção completa do produto para o cliente.

Aliás, tire fotos dos móveis em contextos cotidianos. Isso ajuda o consumidor a entender o peso da peça em sua decoração.

Capriche nas descrições dos móveis

Como foi dito anteriormente, o consumidor precisa de muitas informações para decidir se vai ou não comprar um produto. Então, como você deve imaginar, somente um conjunto de fotos, por si só, não vai solucionar esse problema.

Uma maneira de complementar essas informações é caprichar na descrição dos móveis. Dessa forma, os usuários saberão as dimensões, o peso, o material do móvel e etc.

Lembre-se de que a maioria das pessoas que compram móveis estão atrás de itens que se encaixem em sua decoração. Portanto, saber as dimensões do imóvel é muito importante para elas.

Se você estiver ofertando uma cômoda bombe, por exemplo, procure detalhar ao máximo o móvel, sem deixar nem um único detalhe de lado.

Use técnicas de SEO em seu site

Por fim, nenhum site de móveis consegue sobreviver sem o uso adequado de SEO. Em resumo, SEO são métodos para ajudar no posicionamento do seu site nos mecanismos de busca. A otimização das páginas é feita através de conteúdo escrito, na maioria das vezes.

Vejas algumas regrinhas de SEO para aplicar em suas descrições:

      foque em apenas uma palavra-chave por página, e use-a, no mínimo, 4 vezes;

      escreva uma descrição com 300 palavras ou mais. O recomendado são 1.000 palavras; e

      procure tirar dúvidas acerca do produto ofertado na página. Tópicos como “O que é um Recamier” são ótimos para atrair usuários.

Prontinho, agora você já sabe como criar um site de venda de móveis. Coloque esse conhecimento para trabalhar para você!