7 dicas para você criar uma meta description perfeita

Para quem deseja alcançar um bom posicionamento no Google, investir na meta description é algo essencial para a sua estratégia de otimização. Por esse motivo, esse elemento é considerado um dos principais do SEO (Search Engine Optimization).

Criar uma meta description

Mas nem sempre é fácil assim alcançar a tão sonhada primeira posição. Ainda mais quando imaginamos que o algoritmo do Google muda mais de 600 vezes por ano.

Daí a importância de produzir uma boa meta description (ou meta descrição), para se destacar em relação aos demais resultados de pesquisa e, assim, conquistar a melhor classificação do Google.

Mas o que é uma meta description? De modo resumido, a meta descrição nada mais é que um texto conciso e objetivo sobre o conteúdo da página que aparece nos resultados de busca. Ou seja, são aquelas frases que aparecem logo abaixo do link.

Tecnicamente falando, o recurso nada mais é que uma tag do código HTML do site. Desse modo, o leitor já tem uma ideia sobre o que é o conteúdo. Por esse motivo, a taxa de cliques tende a aumentar muito quando usamos a meta description.

No artigo de hoje, conheça algumas dicas para você criar uma meta description perfeita e conseguir se destacar na estratégia SEO. Acompanhe a leitura!

Mas primeiro: qual a importância da meta description?


A meta description tem uma importância grande dentro da estratégia de otimização para os mecanismos de busca, o SEO - mesmo que o recurso tenha foco nos usuários, não necessariamente nos robôs do Google.

A meta descrição nada mais é que uma frase sucinta, que resume todo o conteúdo de uma página. Ela serve como uma fonte de informação, ou seja, uma referência que ajuda o leitor a decidir se abre ou não o site.

É aí que entra o SEO, pois quanto melhor é a experiência do usuário, maior é a taxa de cliques. Como consequência, o Google passa a classificar melhor o seu site.

Portanto, não se engane: mesmo não sendo obrigatória, a meta description se torna essencial para quem deseja alcançar boas posições no buscador.

Vale dizer que a meta descrição é aplicada em qualquer conteúdo, até mesmo para descrever um anúncio de carteira motorista categoria B.

Importante ressaltar que há uma programação específica para colocar a meta description. Mas se você não entende muito disso, não se desespere.

Hoje em dia, muitos sites já contam com um plugin adaptado, permitindo que os conteudistas escrevam suas descrições de forma muito mais simples.

1 - Crie um texto interessante


Se as suas descrições não são tão atraentes, elas não vão te ajudar a conseguir mais cliques, ou até mesmo melhorar a sua classificação.

Isso porque a experiência do usuário ainda está agindo e, a meta descrição, é um elemento que irá ajudá-lo a tomar a decisão se clica ou não no seu conteúdo.

Então, a primeira dica é: tente não ser entediante. Se você vai falar sobre um colar 7 chakras, escreva algo que chame a atenção do leitor, com uma chamada criativa e diferente.

Nada de só repetir a palavra-chave, ou copiar e colar a mesma coisa que está no título. Com certeza, isso não vai atrair mais cliques.

A seguir, confira um exemplo:

TÍTULO: SEO: tudo o que você precisa saber
Meta description: O SEO é uma estratégia que melhora a classificação do seu site no Google. Clique aqui e saiba como aplicá-la!

Perceba que o título não foi repetido na meta description e a intenção foi criar uma frase que desperte o interesse do usuário, fazendo com que ele queira conhecer o conteúdo.

Você pode optar pela voz ativa na escrita da sua frase. Pode parecer algo à toa, mas esse recurso realmente faz a diferença na meta description, porque ela atua como um pequeno “empurrãozinho” ao leitor.

Com a voz ativa, você pode dizer ao leitor o que esperar, mas sem fornecer detalhes desnecessários que podem entediá-lo.

2 - Use um CTA


O CTA (Call to Action), ou chamada para ação, nada mais é que uma frase que condiciona o usuário a realizar alguma ação. Veja o exemplo:

“Saiba mais sobre o colar comprido feminino no post. Clique aqui!”

Percebe que estou falando para o leitor realizar alguma coisa (no caso, clicar no site)? Então, esse é um recurso que deve aparecer na meta description.

O CTA é bastante enfático e ajuda no processo de decisão. Assim, inconscientemente, o usuário vai acabar clicando no seu conteúdo.

3 - Sempre use as palavras-chave


As palavras-chave são o coração da sua estratégia SEO. A partir delas, o algoritmo do Google fará a indexação das páginas e a classificação do conteúdo. Portanto, elas também não poderiam faltar na sua meta descrição.

Sendo assim, se o seu termo é “adesivação de carros”, faça com que ele apareça em algum momento na meta description. O ideal é logo no começo, para facilitar o trabalho de rankeamento do Google.

Importante ressaltar que a palavra-chave deve ser usada naturalmente, não de maneira forçada, pois isso pode afastar os leitores. Se o seu conteúdo tiver mais de uma palavra-chave, tente encaixá-las na meta description. 

4 - Vá além do copy


Para quem está começando agora no mundo do SEO, pode até parecer mais fácil escrever um título ou uma meta description, já que são elementos mais curtos, em comparação ao texto. Mas não é bem assim!

O Google também conta com algumas ferramentas de classificação e que permitem “embelezar” a sua meta description

Uma delas é ir além do copy, ou seja, evitar uma frase que já aparece no seu texto e tentar montar um trecho objetivo, que concentre as principais informações. Observe:

“O chaveiro automotivo 24 horas irá te atender em qualquer horário do dia, evitando situações desconfortáveis e de perigo”.

Além do mais, assim como no caso do texto, a meta description não pode conter frases copiadas de outro conteúdo, pois isso pode comprometer a sua classificação.

5 - Atenção aos limites e caracteres


Você pode escrever quanto quiser na sua meta description. Mas o Google só vai exibir 160 caracteres (com espaço). Por esse motivo, a recomendação é que você mantenha o texto neste tamanho, para evitar cortes que prejudiquem o entendimento do leitor.

Veja um exemplo:

“A aula prática de direção é o momento em que o aluno aprende como usar o carro. Conheça a importância dessa aula no post!”

Percebe-se que o texto acima está dentro do número de caracteres (tem 122 caracteres). Assim, ele vai aparecer completo no Google.

6 - Faça testes


Após ter escrito a sua meta description, tente não se acomodar. Assim como tudo no marketing digital, é preciso fazer testes periodicamente, uma vez que as mudanças constantes no algoritmo do Google podem mudar de um dia para o outro.

Sendo assim, se você escreveu uma descrição sobre o seu texto de carteira de moto e carro, faça alguns testes depois de um tempo, mudando alguns elementos e reparando se a taxa de cliques aumenta ou diminui.

Para descobrir isso, vale a pena usar algumas ferramentas digitais, como o Google Search Console, que colabora com a otimização do site.

7 - Acrescente snippets


Os snippets, ou featured snippets, são caixas de resposta que aparecem após uma busca do Google. A intenção desse recurso é bastante similar a meta descrição, que é facilitar a leitura e o entendimento do leitor, a partir de um resumo breve do conteúdo.

Uma dica é criar um snippet entre o título e a descrição, a partir do uso de:

  • Perguntas;
  • Listas;
  • Gráficos;
  • Entre outros.

Veja um exemplo:

TÍTULO: Quer encontrar uma boa creche berçário? Veja no post!
1- Creche X
2- Creche Y
 3- Creche W

Acima, utilizamos um snippet com listas, que também pode ser usada para responder a pergunta que aparece no título.

Conclusão


A meta descrição é um recurso usado para identificar o conteúdo de um texto, por esse motivo, ela aparece logo abaixo do título de uma página. Além disso, esse elemento colabora com a melhor experiência do usuário, já que o leitor pode decidir se acessa o seu site ou não.

Diante disso, considerando a experiência como parte essencial do marketing digital, a meta descrição passou a ser vista como algo importante dentro do SEO. Afinal de contas, quanto melhor é a percepção do usuário sobre a sua página, melhor é a classificação no Google.

No entanto, muitas pessoas acreditam que a meta descrição é algo fácil de ser produzido por conta de ter um tamanho menor em comparação ao conteúdo. Mas é aí que entra o desafio, já que é preciso escrever algo atrativo e informativo em um curto espaço.

Ou seja, muitas vezes, escrever uma meta descrição pode ser tão difícil quanto preparar um blog post completo.

O artigo de hoje buscou trazer algumas dicas de como produzir uma meta descrição perfeita. Dessa forma, você poderá alcançar um bom ranqueamento no Google e, ao mesmo tempo, oferecer algo de qualidade aos seus leitores.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.