Como escolher o melhor lençol?

Confira algumas dicas para escolher o lençol ideal para você e saiba o que deve ser considerado na hora da compra.

Como escolher o melhor lençol

Grande parte das pessoas não sabe como mensurar a qualidade de um lençol, não conseguindo diferenciar tecidos como malha, algodão, seda, cetim ou microfibra. Elas buscam um lençol estiloso, mas não sabem por que alguns fabricantes identificam a quantidade de fios e outros não, tampouco por que algumas dessas peças criam as famosas "bolinhas'' após certo tempo de uso.

Qual a diferença entre os tipos de lençóis?


A espessura da fibra, a quantidade de fios, o tipo de tratamento que o tecido recebe e a abertura da trama (como os fios estão trançados na peça) são as particularidades mais importantes. Além da qualidade, elas determinam a diferença de preços dos vários tipos de lençóis que o mercado oferece.

Quando a embalagem do lençol descreve que o tecido possui 180, 300, 400 ou 800 fios, significa que a peça, para ser confeccionada em cada polegada quadrada, recebeu essa quantidade de fios na sua trama. Sendo assim, quanto mais fios o tecido possui, mais confortável e macio ele é.

A seguir, veja alguns dos tipos de lençóis mais conhecidos.

Lençol de microfibra


Por ser um fio sintético e bem fino, normalmente a microfibra é de náilon, poliéster ou acrílico — derivados do petróleo. Ela possui atributos como boa respirabilidade, durabilidade e isolamento térmico. Além disso, é agradável ao toque, seca rápido e é bem resistente.

Lençol 100% algodão


Normalmente, quando não há nenhum tipo de referência à quantidade de fios, o lençol é denominado como “100% algodão”. Ele não possui nenhum tipo de componente sintético e tem 150 fios em sua composição.

Apesar de ter poucos fios na sua trama, ele consegue ser bem macio, além de ser antialérgico e possuir um ótimo custo-benefício.

Lençol de algodão egípcio


O algodão egípcio se tornou conhecido há pouco tempo, sendo apontado como o algodão mais requintado e mais puro que existe, devido às suas fibras maiores, macias e mais resistentes.

Os lençóis egípcios são mais caros, mas possuem uma durabilidade longa e ficam mais macios com o passar do tempo.

Lençol de seda


Apesar de ser um tecido natural, a seda retém calor. Por esse motivo, a indicação é usar lençóis confeccionados com esse tipo de tecido nos dias frios ou quando o ar-condicionado estiver ligado.

Ademais, vale ressaltar que a seda é considerada um tecido nobre, sendo assim, possui um preço mais elevado.

Lençol de cetim


O cetim também é considerado um tipo de tecido nobre por ser feito a partir da própria seda, porém com tramas mais fechadas. Normalmente, o lençol de cetim é mais barato que a seda, mas também possui o toque macio e uma ótima qualidade.

Lençol de linho


Da mesma forma que a seda, o linho também retém calor, especialmente quando engomado. Também é um considerado um tecido nobre e, por esse motivo, seu preço é alto.

Como escolher o melhor lençol?


Como podemos observar acima, há lençóis confeccionados com vários tipos de tecidos. No entanto, na hora de escolher, prefira sempre os que são feitos 100% do mesmo material.

Geralmente, os tecidos que misturam materiais na sua confecção ficam com a superfície irregular (ásperos) e criam bolinhas com o tempo.

Em relação ao número de fios, quanto maior for, mais macio será o lençol. Por exemplo, um lençol de 400 fios será mais delicado que um lençol de 180 fios. Sendo assim, quanto maior a gramatura do tecido, mais caro custará sua fabricação, e isso será repassado para o cliente final.

Mitos sobre lençóis


Devido à evolução constante da tecnologia dos fabricantes nos últimos anos, alguns mitos em relação aos lençóis caíram por terra. Muitos consumidores, por exemplo, não gostavam muito dos lençóis de malha, devido ao fato de eles criarem bolinhas.

Entretanto, com a evolução tecnológica da indústria têxtil, as malhas passaram a receber um tipo de tratamento que elimina as fibras soltas do tecido (anti-peeling), tornando-as mais resistentes ao uso e às lavagens.

Outro mito que caiu por terra dizia que somente os lençóis de seda ou algodão egipício eram bons. Devido ao alto número de fios, os lençóis de percal podem tranquilamente ser comparados a esses, que são apontados como os melhores e com preços bem mais convidativos.