Entenda a relação do endomarketing com o Employer Branding

Olhar para cultura organizacional, employer branding, endomarketing, RH e outros termos são essenciais para projetar a marca de forma positiva tanto interna quanto externamente e ganhar posições diferenciadas no mercado.

Entenda a relação do endomarketing com o Employer Branding
 
Com tantas necessidades e estratégias, sua empresa tem de fato olhado para todas essas pontas e sabe o que significa verdadeiramente cada uma delas? Para que não existam mais dúvidas em seu planejamento, reunimos informações importantes sobre endomarketing, employer branding e sua relação nos negócios. Confira!
 

O que é endomarketing?


Como seu nome sugere, o endomarketing é uma estratégia de marketing voltada para ações internas na empresa, ou seja, é uma forma de promover a boa imagem da organização entre seus componentes.

Muitos são seus objetivos, dentre eles motivar equipes, diminuir rotatividade e ter embaixadores e divulgadores de marca criados dentro do seu ambiente. Ter pessoas que se sentem valorizadas, incluídas e pertencentes ao negócio faz toda a diferença nos resultados de uma organização.

As ações de endomarketing podem ser das mais diversas, desde comunicação interna, onboarding, benefícios e políticas de carreira, incentivos, eventos, palestras, comemorações, decoração e valorização do colaborador e de suas necessidades de forma geral.

Investir em endomarketing dá resultados como:

  • Colaboradores mais motivados e engajados com o negócio;
  • Menor rotatividade de pessoas e atração de talentos;
  • Aumento da produtividade e entregas com qualidade;
  • Incentivo à inovação e criação;
  • Melhoria do clima organizacional
 

E o Employer Branding?


Já o employer branding, ou marca do empregador em tradução literal, é um conjunto de técnicas e ferramentas para fortalecer a marca como boa empregadora, reforçando os pontos positivos de trabalhar na empresa para aumentar o grau de pertencimento dos colaboradores e incentivar que outros profissionais queiram fazer parte da experiência.

Ou seja, além de ser uma estratégia que visa unicamente público interno, essa é uma forma de atrair novas pessoas e fazer com que a empresa seja um local de desejo no mercado de trabalho.

A grande sacada da estratégia é a adoção de práticas que promovam a organização como um ambiente positivo para as pessoas, se estabelecendo como uma referência e um local em que as pessoas desejam trabalhar.

Muitas vezes, o employer branding é associado apenas ao sucesso no recrutamento e seleção, mas é preciso pensar nele também como promotor de retenção de talentos e na criação de embaixadores da marca dentro de seu ambiente.

Desenvolver o employer branding é como desenvolver um produto ou serviço, porém, esse trata da imagem institucional, atraindo pessoas e fidelizando os já conquistados, faz sentido?

Um employer branding bem estruturado atrai e retém talentos, aumenta resultados, fortalece a marca, aumenta satisfação e produtividade e faz com que sua empresa se destaque no mercado graças à reunião de profissionais qualificados e capacitados em um mesmo local.
 

Então, qual a relação do Endomarketing e Employer Branding?


Se você entendeu o significado desses conceitos, já deu para entender um pouco sobre a relação dos mesmos, certo?

Enquanto as ações de endomarketing são focadas na equipe interna com objetivo de informar, engajar, motivar e torná-las pertencente ao ambiente, o Employer Branding vai além e leva esse conceito também para o mercado.

Ou seja, não basta agradar os colaboradores, é preciso que todo o ecossistema do mercado saiba disso para que novas pessoas queiram fazer parte daquele ambiente.

Sendo assim, o endomarketing é crucial para uma boa estratégia de Employer Branding, afinal, ninguém melhor do que colaboradores satisfeitos e felizes em seus postos para divulgar sua empresa de forma genuína a ponto de atrair novos talentos que se identificam com a cultura e o local.

Portanto, é preciso envolver os colaboradores e trabalhar de dentro para fora, afinal, são essas pessoas que fazem toda a diferença para os negócios e que estão na linha de frente.

Olhar para o colaborador e dar experiências para o público interno é essencial para o sucesso de uma empresa e não pode ser deixado para depois. Agora que você sabe mais sobre essa relação, como seu negócio está colocando em prática endomarketing e employer branding? Reflita suas ações e diferencie-se através da experiência do funcionário!