Revender roupas apenas nas redes sociais? É possível?

As redes sociais tornaram-se o local obrigatório onde os empresários e lojas devem marcar presença se pretendem aumentar o seus números e fidelizar os seus clientes, entre outras grandes vantagens que traz. 

Revender roupas apenas nas redes sociais é possível

Este tipo de plataforma facilita processos como revender roupas, pelo fato de permitir uma divulgação rápida e um âmbito demasiado amplo na publicidade de produtos.

É por isso que está em nossa lista de ideias de negócios lucrativos. Se você tem interesse em saber mais sobre essa opção de empreendedorismo, fique até o final para descobrir tudo sobre ela.

Passo a passo para revender roupas nas redes sociais


Revender roupas nas redes sociais envolve tarefas como: enviar fotos dos produtos e informações descritivas sobre os mesmos, responder a comentários, dúvidas e questionamentos de potenciais clientes e interessados, permanecer ativo em todas as redes sociais em funcionamento, averiguar a demanda de o público, analisar fragilidades operacionais, examinar a concorrência, entre outras tarefas necessárias.

Uma das maiores vantagens deste método de venda de vestuários, é que não existem intermediários, uma vez que a venda é feita diretamente com o cliente, pois isso significa maiores lucros, para além da facilidade de fidelização que temos ao nosso alcance.

Requisitos para começar a vender roupas na Internet


Como vamos focar na revenda de roupas por meio das redes sociais, a primeira coisa que você precisa fazer é definir a rede de vendas. 

As redes sociais mais recomendadas para a venda de produtos são Facebook e Instagram. No Facebook, a operação requer a criação de uma Fan Page que é gerada a partir de uma conta pessoal.

Principalmente na área do vestuário, as vestimentas e as cores utilizadas variam ao longo dos meses, por isso é fundamental que se mantenha a par da concorrência e de marcas reconhecidas para oferecer produtos de moda onde a procura é muito maior. 

Você deve ser um especialista em seu negócio e conhecer todos os aspectos necessários para o processo de negociação.

Como começar a vender roupas nas redes sociais


Começar um negócio como esse envolve pensar nos fornecedores de produtos. Esta talvez seja a primeira e única parte que exigirá investimento, além do material de embalagem para o transporte dos produtos. 

Para a escolha dos fornecedores, recomendo que efetue uma investigação minuciosa sobre preços, tempo de chegada e envio (caso pretenda ter e distribuir os produtos diretamente), faça um primeiro pedido de teste para avaliar a qualidade e conformidade, entre outros aspectos.

Depois de ter os fornecedores e se for o caso, ter os produtos físicos, então você terá que tirar fotos, que devem ser de qualidade e com boa iluminação onde a aparência do produto seja apreciada tanto quanto possível. 

Certifique-se de incorporar a melhor descrição para cada item, mantenha as redes sociais ativas e responda imediatamente aos interessados.

Dicas para vender roupas nas redes sociais


A maioria das pessoas tem pelo menos um perfil em uma rede social, porém o que recomendo é ter contas exclusivas nas redes sociais para o seu negócio e que estas não dependam das suas contas pessoais. 

A consistência é um aspecto muito importante, por isso você deve estar ativo para sempre responder às dúvidas e preocupações de seus clientes.

Nas redes sociais é muito importante gerar impacto, por isso recomendamos a criação de conteúdos muito variados, como vídeos das peças, formas de uso, fotos criativas e inovadoras, promoções, questionários, concursos, etc. 

Este tipo de atividade faz com que a atenção de outros potenciais clientes cheguem à sua página e você não será a chata página de roupas que não surpreende seus seguidores.

Ao lançar suas páginas, concentre-se nos seguidores de outras lojas, compradores frequentes de roupas, fóruns, páginas e grupos, etc.

Pontos negativos: Neste tipo específico de negócio, são muito comuns as compras abandonadas, nas quais mesmo com todas as informações solicitadas obtidas, os clientes ou interessados ​​não finalizam a compra. Para evitar isso, é necessário enfatizar nossas estratégias de marketing e oferecer ofertas e planos atraentes que prendam os visitantes.

Outro aspecto que você deve considerar é a desconfiança dos clientes na qualidade do produto, por isso recomendamos que você analise muito bem seus fornecedores para que seus compradores tragam o que esperam.

Pontos positivos: As redes sociais e seu funcionamento em geral, permitem que se tornem um dos melhores canais na hora de vender, já que nelas não precisamos pagar qualquer tipo de comissão ou taxa pela realização de nossas operações comerciais além disso, podemos aceder a um público muito vasto, no qual podemos encontrar potenciais clientes em grupos e páginas com o mesmo interesse que o estilo das peças que vendemos.

Suas possibilidades são amplas, portanto, aproveite-as ao máximo. Não se esqueça da interação e consistência nas redes sociais, seja ativo diariamente, isso vai melhorar o posicionamento e que seus seguidores não se esqueçam de você.