O que é web designer?

O que é web designer? Vamos descobrir? Antes vamos entender o web design, o web design é uma área profissional que está em alta nos últimos anos, tendo em vista que a internet e a tecnologia ganharam cada vez mais destaque e importância em nosso dia a dia.

Os profissionais desse ramo, conhecidos como web designer, são focados no desenvolvimento de interfaces digitais, como aplicativos, layout de sites, dentre outros. Para criar as páginas, eles utilizam linguagem de marcação, como no caso do HTML.

Não é difícil encontrar sites que dificultam a navegação a ponto de fazer com que o usuário queira sair da página. São plataformas nas quais a tipografia e a forma como o conteúdo é distribuído não agradam os usuários, por isso, importante entender o que é web designer e contratar um.

Outra situação bem corriqueira são os sites lentos, principalmente quando tentamos acessá-los pelo celular ou tablet e não por um computador desktop.


o que é web designer


Esses exemplos são reais e prejudicam muito a experiência do usuário e, consequentemente, as empresas sentem mais dificuldades em converter os visitantes em clientes, a jornada de compra é afetada, o tráfego diminui e assim por diante.

O designer é o profissional certo para resolver esse problema e, por essa razão, neste artigo, vamos explicar o que ele é, quais são suas funções e a média salarial de quem atua na área. Acompanhe e descubra o que é web designer!

O que faz um web designer, afinal de contas?

Antes de entender do que se trata esse profissional, o que é web designer, é muito importante saber qual o conceito de web design.

Essa trata-se de uma área que envolve trabalhos relacionados ao design e ao layout de páginas na internet, também cuida da produção de conteúdos, mas seu principal foco é a criação de sites.

Para fazer isso, eles utilizam linguagens de marcação, a exemplo do HTML. Ou seja, a parte visual do site de um fabricante de mesas para escritório é de responsabilidade dos elementos escritos em HyperText Markup Language.

É por isso que é bastante comum que os profissionais dessa área utilizem esses recursos para construir as plataformas, uma vez que, ao trabalhar em conjunto, definem como as páginas serão exibidas nos navegadores.

Uma série de ferramentas podem ser aplicadas na criação de um site, a exemplo do Adobe Dreamweaver, que demanda um profissional que conheça bem os códigos, ao passo que o CMS cuida do gerenciamento de conteúdo.

Uma das plataformas que oferecem uma grande variedade de templates é o WordPress, que oferece uma base para o site, e cabe ao web designer instalar esses recursos e personalizá-los, levando em conta os gostos do cliente.

Para fazer um bom trabalho com web design, existem alguns pontos fundamentais que devem ser empregados na criação dos sites. São eles:

  • Velocidade de carregamento;
  • Adequação para dispositivos móveis;
  • Harmonia das tipografias;
  • Escaneabilidade.

Investir em web design é vantajoso para qualquer tipo de empresa, como uma loja de móveis para escritórios. Isso porque a plataforma causa uma boa impressão, os processos de SEO melhoram, e a marca ganha vantagem competitiva.

Consequentemente, ela também aumenta sua receita, incentiva a propaganda boca a boca e garante aos consumidores um acesso mais prático e rápido aos seus produtos e serviços.

Quanto aos web designers, muitas pessoas acreditam que ele é responsável apenas pela criação de sites atrativos e funcionais. Embora eles executem essas tarefas, tais profissionais vão além disso.

Essa função assume várias tarefas ligadas à criação de layout para os diversos meios digitais, além da criação de conteúdos.

Para fazer esse trabalho, o web designer deve analisar as necessidades de seu cliente e quais são os objetivos de criar o site. É assim que ele garante uma boa experiência aos visitantes da plataforma.

Além disso, o profissional deve saber inserir elementos gráficos, fazer atualizações necessárias e utilizar diferentes linguagens de programação, só mais algumas considerações e já mostramos o que é web designer.

Funções do web designer

Antes de mostrar o que é web designer, preciso esclarecer que um web designer executa diferentes funções em seu dia a dia de trabalho. Uma delas é a elaboração e adequação de briefings, que são pacotes de informações sobre o projeto, que precisam ser coletadas, como público-alvo, finalidade, objetivos, entre outros.

A comunicação interpessoal é muito importante para quem atua como freelancer nessa área. Assim como no caso de profissionais que trabalham com conserto de notebooks, o web designer precisa interagir com o cliente e compreendê-lo.

Também é necessário incluí-lo em cada estágio do processo, pois isso ajuda a obter todas as informações necessárias e garantir que o produto tenha todas as características que ele espera.

É de responsabilidade do web designer compreender algumas linguagens de programação, como HTML, XML, XHTML bem como Java, PHP e ASP.

Também deve saber trabalhar com bancos de dados, como CSS3, HTML5, entre outros, que são classificados como um diferencial.

O web designer ainda se responsabiliza pela criação de layouts para as plataformas de empresas dos mais variados tipos, desde uma especializada em aluguel de notebook, até órgãos públicos, comércios, escolas, entre outros.

O layout precisa ser responsivo para se adaptar a diferentes dispositivos, como tablets, smartphones e computadores de variados tamanhos. Tudo para garantir um ambiente atrativo e que ofereça uma boa experiência.

O design responsivo garante uma navegação fluida e que as informações sejam facilmente encontradas. Sem falar da necessidade de transmitir confiança e garantir que as informações sejam confiáveis e relevantes.

Outra função é a manutenção de sites, o que evidencia ainda mais a necessidade de conhecer diferentes tipos de linguagens e scripts.

Tanto é que esse profissional pode ser contratado apenas para fazer a manutenção das plataformas, inclusive aquelas que não foram feitas por eles. Quando isso acontece, pode ser que elas ainda utilizam linguagens de programação mais antigas.

Por fim, o web designer também cria projetos gráficos, como banners, logotipos, dentre outros, sendo muito importante que ele seja criativo e se mantenha atualizado em relação às tendências de tipografia, fotografia e paleta de cores.

Para trabalhar dessa forma em um site de comida fitness congelada, o profissional deve dominar programas como Adobe Photoshop, Fireworks e Illustrator.

Em vista de tantas funções, é natural que as pessoas interessadas em atuar nessa área se perguntem sobre a média salarial do designer gráfico.

Média salarial de um web designer

Além de falar sobre o que é web designer, acreditamos ser importante falar sobre a média salarial. Não é muito fácil responder a essa pergunta, porque assim como em qualquer outra área profissional, o salário pode variar conforme o local de trabalho, o estado onde o profissional se encontra e a forma como ele foi contratado.

O web designer pode ser contratado em regime CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), como PJ (Pessoa Jurídica) ou como freelancer. Cada um desses tipos interfere no valor recebido.

Se ele for trabalhar para uma clínica de fisioterapia, vai receber um valor diferente daquele que seria pago por uma agência.

A formação profissional também conta muito. Um designer que possui apenas a graduação vai receber menos do que aquele que possui uma especialização ou uma pós-graduação.

A instituição de ensino onde o profissional se formou também pode interferir um pouco, principalmente se ele for contratado por uma agência.

Não se pode esquecer da experiência e das habilidades profissionais. Um profissional muito experiente e que já atua no mercado há um bom tempo, terá um salário maior do que aquele que está começando agora.

As habilidades também exercem certa influência, pois como visto anteriormente, o web designer pode exercer mais de uma função.

Se ele domina todas elas e está criando o site de uma empresa de instalações de ar condicionado, terá mais condições de suprir as necessidades de seu cliente do que aquele que ainda não domina todas as funções, o que vai impactar no salário.

Mesmo tendo em vista todas essas diferenças e os impactos que elas podem provocar, existe uma média salarial que pode ser considerada como um valor mínimo para começar a receber.

Geralmente, essa média fica em torno de R $1.500 a R $4.000 por mês, contudo, os profissionais que atuam como freelancer têm boas chances de aumentar consideravelmente essa média salarial.

Quando o profissional consegue um bom projeto ou um bom cliente, pode ser designado para criar plataformas mais complexas, o que eleva o salário, ou para projetos recorrentes, garantindo uma receita fixa.

Assim, o web designer pode atuar com empresas de qualquer setor, desde um fabricante de cadeira gamer profissional, até os mais variados segmentos de mercado, portanto, dificilmente vai faltar trabalho.

A abundância de oportunidades fica ainda mais clara tendo em vista a necessidade de ter um site institucional. Em outras palavras, todas as empresas precisam ter seu próprio site para divulgar a marca e até para vender seus produtos e serviços.

E ai, entendeu o que é web designer? Estamos chegando ao fim, até que enfim!

Considerações finais sobre o que é web designer

As plataformas digitais são imprescindíveis nos dias atuais, e para que sejam desenvolvidas, precisam contar com profissionais especializados.

O web designer é o responsável pela estrutura de sites e outras plataformas similares, que colocam as empresas na internet e facilitam a comunicação entre elas e os consumidores.

Para que esses canais sejam bem elaborados, é fundamental contar com um profissional especialista em web design, cujas atribuições foram esclarecidas ao longo deste artigo, mostramos em exaustivas narrativas o que é web designer.

Agora que você é um especialista em o que é web designer, faremos um convite, compartilhe este texto com outras pessoas para que elas também saibam o que é web designer.