SEO para YouTube: 7 dicas para você rankear os seus vídeos

Se você tem um canal de produção de vídeos, trabalhar no SEO para Youtube é fundamental.

SEO para YouTube

O YouTube é o segundo maior site de buscas no mundo, ficando apenas atrás do Google, e tem bilhões de usuários que frequentam diariamente a plataforma, consumindo milhares de horas de conteúdos em vídeo.

Desde gravações caseiras feitas com o celular, até grandes produções com cenografia de palco podem ser encontradas a um clique de distância no YouTube.

Portanto, é essencial para sua empresa aproveitar o potencial da aplicação e impulsionar seu negócio. Para isso, não basta só criar vídeos de qualidade, é preciso compreender o funcionamento da plataforma e como aumentar seu engajamento dentro do YouTube.

Afinal, o buscador criou um algoritmo que consegue ranquear vídeos de acordo com os termos digitados na pesquisa.

Com isso, é necessário que os canais criem conteúdo relevante e compreendam as práticas que aumentam o engajamento desse tipo de vídeo.

Aparecer nas buscas da plataforma é o método de crescimento que de fato irá engajar sua marca com o público, entregando o conteúdo que você produz de forma funcional.

O SEO, sigla para Search Engine Optimization (ou Otimização para Mecanismos de Busca) é um conjunto de técnicas e ferramentas para otimização de sites, blogs, páginas da internet e redes sociais.

Se você está tentando fazer uma grande produção, pensar em itens como aluguel de som e iluminação pode ser importante, mas o pós-produção é o que definirá o sucesso de sua empreitada.

Com as técnicas adequadas, é possível gerar bons resultados orgânicos, ou seja, resultados reais que não precisam de um impulsionamento pago para serem atingidos.

Por isso, é imprescindível dedicar-se a essas ferramentas para conseguir um resultado bom dentro do YouTube.

O SEO ajuda não só na plataforma, mas acaba engajando-se em todos os maiores motores de busca da atualidade, permitindo que um público muito maior tenha acesso a seu conteúdo.

Basta ter uma instalação de internet para gerar envolvimento com seu conteúdo de forma adequada e conseguir mais conversões.

Na maioria dos casos, as pessoas encontram o que procuram no primeiro link que essas ferramentas mostram em uma busca, portanto, é importante estar no topo do ranking.

No YouTube, a cada minuto, centenas de horas de vídeos são colocados no ar. Portanto, a competição pela atenção e qualidade de conteúdo é bem acirrada.

Para que seus vídeos se destaquem da concorrência, é preciso identificar as ferramentas mais adequadas para subir seu ranqueamento, e aplicá-las para conseguir ser bem sucedido dentro da ferramenta.

Isso não exime o conteúdo de ter qualidade. Um bom roteiro e equipamento adequado são essenciais para ter um bom engajamento. Aliados ao SEO, as chances de sucesso são bem grandes.

Afinal, quais as vantagens de investir?


Investir em seu canal do YouTube tem uma série de vantagens para sua empresa. A primeira delas é estar presente em uma das mais relevantes redes de informação da atualidade.

Qualquer assunto pode ser utilizado de forma atrativa na plataforma. Até mesmo vender cortina persiana vertical pode se tornar uma experiência lúdica da qual um espectador pode se divertir assistindo.

Qualquer pessoa que busca por recursos audiovisuais hoje em dia vai diretamente ao YouTube, que tem uma quantidade imensa de consumidores. Independente de seu nicho de atuação, é bem provável que uma boa parcela de seu público já esteja na plataforma.

Além disso, o YouTube aparece como destaque em outras ferramentas de pesquisa, normalmente, com as melhores opções encontradas para uma determinada palavra-chave.

Isso é feito de forma automática, uma vez que a inteligência artificial que controla os motores de busca pode identificar que uma solução audiovisual pode ser a mais adequada para a pesquisa, interagindo diretamente com os vídeos do YouTube.

Para fazer as pessoas assistirem a durabilidade de seu produto, colocar um vídeo de teste panela de pressão com os destaques corretos pode acabar atraindo mais clientes.

Além disso, a ferramenta consegue se integrar com outras redes sociais, permitindo um compartilhamento fácil e rápido do conteúdo. Isso é ideal para conseguir converter seu público de outras redes sociais para tornarem-se seguidores no YouTube.

Além disso, aquelas pessoas que já estiverem fidelizadas com seu conteúdo também conseguirão compartilhar para suas redes de contato, gerando publicidade orgânica para você.

Dicas para otimizar seu canal


Já não restam mais dúvidas de que sua empresa precisa investir na divulgação de vídeos através do YouTube, não é mesmo? Pensando nisso, a seguir, disponibilizamos algumas dicas para você potencializar o seu canal.

1. Uso de palavras-chave


O primeiro passo ao otimizar o SEO de seu vídeo é encontrar a palavra-chave adequada para ele. Preferencialmente, tente encontrá-la antes mesmo de organizar o roteiro e gravar o vídeo.

Essa pesquisa pode ser realizado na própria plataforma, ou em outras ferramentas de busca, e pode te dar um parecer de como as outras pessoas têm interagido com essa palavra-chave, se já existem muitos vídeos sobre os temas e a quantidade de visualizações.

Esse tipo de consulta é ideal para você não perder tempo criando um conteúdo que já esteja saturado no mercado.

Se você for fazer um vídeo de manutenção corrente bicicleta, atente-se às palavras-chave que irá utilizar e em como criar um conteúdo diferenciado do que já existe.

2. Título adequado


O título de seu vídeo é um dos elementos mais importantes no que tange o SEO. É importante que ele chame a atenção do usuário, o instigue a abrir o vídeo e consumir o conteúdo. Ele também deve deixar claro qual é o conteúdo que será encontrado.

Essa etapa deve ser pensada com muito cuidado. Os títulos conhecidos como “Clickbait”, que usam polêmicas e inverdades para aumentar o engajamento, acabam sendo muito mal-vistos pelo público, que rechaça esse tipo de conteúdo.

Preze sempre pela verdade, para não acabar com um problema em suas mãos no lugar de uma ferramenta de engajamento.

3. Utilização de tags


A utilização de hashtags, palavras-chave com o famoso símbolo “#” antes, geram um link de busca para o termo em específico.

Usar as hashtags corretamente pode trazer uma série de novos consumidores para seu material, pessoas que com a utilização desta opção podem acabar se convertendo em clientes de sua empresa.

Um vídeo apresentando sua receita de hambúrguer artesanal de frango empanado, por exemplo, terá muito mais engajamento se as tags corretas forem utilizadas.

Vale lembrar que nesse caso, também vale a regra do bom senso. Não coloque hashtags em excesso ou que não tenham ligação com o conteúdo do vídeo.

Esse tipo de ação acaba atraindo pessoas que não ficarão satisfeitas com seu conteúdo, o que pode gerar uma série de aborrecimentos.

4. Elabore uma boa descrição


A descrição do vídeo é um texto que ficará abaixo do conteúdo audiovisual. É uma área que as pessoas não costumam consumir, então não vale a pena gastar muito tempo criando textos muito extensos.

Entretanto, dentro dessa área, é possível colocar links externos, e você pode usar esse espaço em conjunto com o conteúdo audiovisual para encaminhar os espectadores para a página de sua empresa.

Assim como para a página de venda de um produto ou serviço ou para engajamento com conteúdos externos ao YouTube.

Os algoritmos de pesquisa também ficam de olho na descrição dos vídeos, portanto, é ideal que você utilize as hashtags e palavras-chave neste espaço também, para gerar um maior interação nas ferramentas de busca.

5. Capa do vídeo


Quando um usuário procura uma palavra-chave dentro do YouTube, é bem provável que a melhor imagem de capa seja a primeira opção de assistir dele.

A capa é uma imagem estática que apresenta o conteúdo, e embora não seja detectada pelos robôs dos instrumentos buscadores, ela ainda é muito importante para o engajamento orgânico.

Tente colocar imagens bonitas, elegantes e que tenham a ver com sua empresa, pois dessa forma você consegue alcançar um público maior e com mais chances de conversão.

6. Tempo do conteúdo


Não existe um consenso sobre o tempo ideal de vídeo dentro da plataforma. É preciso compreender seu público-alvo e o tipo de conteúdo que eles consomem no YouTube.

Algumas pessoas gostam de vídeos longos, didáticos e explicativos, enquanto outras optam por conteúdos diretos e práticos, com vídeos curtos que não perdem tempo na apresentação do conteúdo.

As ferramentas de análise do próprio YouTube podem te mostrar o tempo médio que as pessoas passam assistindo seus vídeos, o que pode identificar se você está criando um conteúdo muito longo para seu público.

7. Direitos autorais


Esse é um elemento muito importante para levar em conta ao criar qualquer tipo de ação audiovisual. O YouTube pune severamente qualquer violação de direitos autorais, por menor que seja.

Confirme todo o conteúdo de seu anúncio de porta fralda para evitar complicações, seja com música ou com trechos de outras obras audiovisuais.

Então garanta que seu conteúdo é completamente autoral. Isso inclui:

  • Trechos de filmes/seriados;
  • Trechos de músicas;
  • Clipes;
  • Shows;
  • Artes visuais.

Basicamente, qualquer conteúdo que possa ser protegido por leis de direitos autorais deve ser evitado para não ter problemas na plataforma.

O YouTube é uma plataforma essencial para se marcar presença hoje em dia se você pretende conquistar um público maior, e engajar-se pode ser simples se você seguir um padrão bem definido de SEO.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.