Quer se tornar chef de cozinha? Veja como começar

Se você ama cozinhar e já se imaginou trabalhando como chef em um restaurante, confira alguns passos importantes para trilhar o caminho até esse sonho.

Quer se tornar chef de cozinha

Cozinhar é uma das atividades mais antigas da história humana. Em diferentes sociedades e épocas, a atividade atravessa e vai se adequando a cada cultura e momento histórico. Desde pequenas ou ao longo de suas vidas, muitas pessoas desenvolvem ótimas habilidades culinárias e gostam de passar tempo na cozinha, preparando comidas deliciosas que viram boas memórias para toda a família.

Se você adora cozinhar, tem panelas de qualidade em casa e já cogitou praticar esse amor de forma profissional, confira alguns passos fundamentais para realizar esse sonho.

Objetivo


O primeiro passo deve ser definir o seu principal objetivo: trabalhar em algum estabelecimento gastronômico em particular? Ou também empreender na área? A gastronomia de alguma cultura desperta maior curiosidade e fascínio em você?

Todas essas perguntas são importantes na hora de trilhar o seu caminho como chef de cozinha. Isso é fundamental para as escolhas posteriores e respectiva preparação necessária.

Se você tiver essa possibilidade, busque trabalhar em um restaurante, mesmo que em outros cargos. Não precisa ser em um restaurante renomado, mas atuar como ajudante ou garçom pode te ajudar a conhecer esse ambiente de trabalho, fazer contatos e verificar se é isso mesmo o que você quer fazer.

Qualificação


O consumo de refeições fora de casa aumentou no Brasil nos últimos anos. Só em 2019, as famílias brasileiras gastaram uma média de R$658 por mês para comer em estabelecimentos gastronômicos, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Logo, esse é um segmento econômico que vem se desenvolvendo no país e exige qualificação profissional. Por isso, é fundamental ter uma boa formação e não se esquecer de que esse é um processo contínuo, que não acaba com a conclusão do curso universitário (e deve seguir com cursos de especialização e pós-graduação).

Busque instituições reconhecidas pelo MEC e que contenham aulas práticas em seus cursos. É importante manter-se atualizado e aberto a experiências e saberes novos. Quanto mais antenado você estiver sobre as novas tendências, maior serão as suas possibilidades de fugir do tradicional e criar sabores incríveis.

Além de entender de técnicas e ingredientes, um chef deve entender de gestão e de recursos que agreguem valor a seus pratos. Algumas maneiras de fazer isso (além de fazer cursos) são: frequentar outros restaurantes, participar de workshops, acompanhar os chefs que você admira, viajar sempre que possível e ler materiais sobre o mundo gastronômico.

Pratique


A repetição é o que consolida o aprendizado e o aprimoramento de uma nova habilidade. Por isso, mesmo fazendo cursos, especializações e se mantendo atualizado, é preciso estar sempre praticando. Isso também é fundamental para que você desenvolva mais segurança na hora de manusear cada utensílio de cozinha (especialmente as facas), já que é comum que pequenos acidentes aconteçam no começo.

A cozinha da sua casa é um ambiente ótimo para isso, já que oferece conforto e um clima mais descontraído. Nesse contexto, você pode realizar as suas atividades no seu tempo, o que te permite verificar se as suas técnicas estão adequadas ou se podem ser aprimoradas, além de testar novos sabores, corrigir erros, aprimorar receitar e criar novos pratos.

Boas ferramentas


Outro passo fundamental para assumir a cozinha de forma profissional é ter boas ferramentas de trabalho. Ou seja: é preciso investir para ter os utensílios e equipamentos mais adequados para o tipo de preparo com que você deseja trabalhar.

Para fazer boas compras, é preciso pesquisar bem as ferramentas mais recomendadas. Você pode conferir com outros chefs da sua área quais são os aparelhos que eles mais utilizam, bem como seus critérios.