Bolsa-coringa: 3 modelos para usar em qualquer ocasião

Se você está precisando comprar bolsas e quer apostar em modelos que combinem com as mais diferentes roupas, confira o que deve ser considerado.

Bolsa-coringa

A bolsa é um item bastante antigo na história da civilização humana. Alguns registros históricos apontam que ela já estava presente no Egito Antigo — em algumas pirâmides é possível ver desenhos de pessoas com sacos amarrados à cintura com cordões. Esses sacos eram usados para carregar alimentos.

Até o fim da Idade Média, as bolsas (masculinas e femininas) se diferenciavam por seu tamanho e pelos ornamentos que continham. As masculinas eram maiores e feitas de couro, mas também existiam as pochetes (mais chatas e menores) e os sacos que eram levados pendurados até os joelhos.

Basicamente, a bolsa surgiu a partir da necessidade de carregar objetos considerados indispensáveis, que vão desde livros até dinheiro, remédios, tabaco, entre outros.

Dado o caráter indispensável desse antigo artefato, se você quer comprar algumas bolsas femininas, confira dicas sobre as mais coringas, que combinam com os looks mais diversos e podem aparecer nas mais diferentes ocasiões.

Fatores a se considerar


Para escolher uma bolsa-coringa, é preciso considerar alguns fatores. Um deles é a cor: esse tipo de bolsa exige tons que combinem com outras cores, como preto, branco, bege e cinza.

Os detalhes também devem ser analisados. Uma bolsa repleta de detalhes (como pedrarias, correntes, fivelas, recortes e bolsos) pode torná-la mais difícil de ser combinada com roupas. Via de regra, bolsas gringas apresentam um visual mais minimalista. Uma boa sugestão é optar por modelos mais clássicos e simples.

Por fim, também é importante analisar o tamanho da bolsa. Para usarmos bastante um item (seja ele roupa, calçado ou acessório), é preciso considerar o uso que fazemos dele.

Se você é o tipo de pessoa que costuma carregar bastante coisa quando vai aos lugares, o melhor é escolher uma bolsa grande, com alças largas e resistentes. Por outro lado, se você não gosta de ficar carregando muito volume, opte por bolsas pequenas ou médias. Confira alguns modelos:

Bolsa preta


Essa é a cor de bolsa mais coringa que existe, sendo bem fácil combiná-la com diferentes roupas e levá-la para diferentes ocasiões. Bolsas pretas no estilo envelope são ótimas para ocasiões que exigem visuais mais chiques, dando um ar elegante e sendo fáceis de carregar.

Uma bolsa preta de tamanho médio costuma ser a mais utilizada no ambiente de trabalho, sendo ótima para looks formais ou composições mais ousadas, que normalmente pedem uma bolsa mais clássica para equilibrar o look.

Bolsa envelope


Também conhecida como clutch, essa bolsa é outro bom exemplo de bolsa-coringa. Festas mais chiques são uma ocasião clássica para se usar esse tipo de bolsa, que fica ótima quando combinada com tecidos como seda, chiffon, cetim, tule e veludo.

Contudo, a bolsa carteira também cai muito bem com calças jeans, coletes e até camisetas. Uma combinação clássica para essa bolsa é com vestidos, especialmente aqueles com maior volume na saia. Esse tipo de bolsa é bastante delicado e dá um charme único para qualquer look.

Bolsa hobo


Essa bolsa é ótima para quem precisa de mais espaço para carregar objetos. Além de prática e versátil, esse modelo é bastante flexível. Ela se caracteriza por ter a base maior e alças menores, tendo um formato que lembra uma meia-lua.

Além de ser bastante espaçosa, a bolsa hobo costuma ser mais usada em looks informais, caindo bem com saias longas, vestidos floridos, calças feitas de materiais maleáveis e sandálias confortáveis. Por ter um visual mais “largo”, essa bolsa fica bem em um look composto de peças mais justas, criando um equilíbrio.