Qual a melhor máquina de cartão de crédito? Veja aqui!

Quem pratica venda de produtos ou prestação de serviços precisa ter opções diversas de pagamento para seus clientes. Uma delas, é claro, é para cartões e para isso é necessário saber qual é a melhor máquina de cartão de crédito.

Melhor maquina de cartão

É verdade que você pode aceitar pagamentos com cartão pela internet, de forma digital. Porém, para atendimentos presenciais dentro ou fora de um estabelecimento físico, a máquina é indispensável.

E qual é a melhor? Pensando nisso, consideramos as principais opções de mercado, bem como quais são as vantagens e desvantagens de cada uma. Com isso, você pode conferir qual é a máquina de cartão para as suas necessidades.

Por que ter a melhor máquina de cartão?


As máquinas de cartão variam quanto às condições que elas oferecem. Por exemplo, elas podem aceitar mais ou menos variedades de cartões. Igualmente, quanto às taxas que desconta mensalmente ou o prazo de transferência de valores para você, após a compra.

Igualmente, existem máquinas que são independentes, enquanto outras são atreladas ao seu celular. O segundo caso geralmente possui os modelos mais baratos.

Quais são as melhores opções de máquina de cartão?


Selecionamos uma série de modelos de máquinas e as principais características de cada uma delas. Por isso, leia abaixo e veja qual é a que se enquadra de melhor forma no que você busca.

Moderninha Plus


O primeiro exemplar de melhor máquina de cartão é a Moderninha Plus. Ela se destaca principalmente pelo valor. Ele é de R$ 82,80 com pagamento em até 12 parcelas de R$ 6,90.

Além disso, ela não imprime recibos, mas os envia por mensagens de texto para o consumidor. Com isso, evita a emissão de papel e os gastos com ele sem privar o cliente do comprovante de gastos.

Quanto à bateria, também se destaca. Afinal, ela dura até 10 horas longe da energia elétrica. Além disso, tem conexão wi-fi e com internet móvel 3G. No primeiro ano, cobra taxas para vendas no débito de 1,99% e, a partir do segundo ano, de 2,39%, sendo que o pagamento é imediato.

Já para as vendas no crédito as taxas são de 3,19% nos 30 primeiros dias e, após, de 4,99% para as transações à vista. Já com parcelas, é de 3,59 com 2,99% ao mês. Além disso, pode ou não aceitar cartões refeição ou alimentação.

Mercado Pago Point Mini Chip


Diferentemente do primeiro tipo, essa máquina de cartão não depende de uso conjunto com celular para o uso. Ela possui chip Wi-Fi e GPRS e se conecta automaticamente com a operadora com melhor sinal no lugar em que você está.

Com bateria de até 8 horas de duração, ela também possui preços bem atrativos também. Você pode usá-la por 03 anos pelo valor único de R$ 142,80 que oferecem pagamento em até as parcelas de R$ 11,90.

Ainda, um fator que torna essa opção uma das alternativas de melhor máquina é que ela possui as menores taxas do mercado. Para débito, são de 1,99% sobre o valor da venda. Já para o crédito, é de 3,03% a 4,74% à vista e de 3,60% a 5,31% para parcelas.

Minizinha Chip 2


A terceira representante da nossa lista de melhores máquinas de cartão é a Minizinha Chip 2. Ela é, ao mesmo tempo, básica e multifuncional. Além disso, seu valor de compra é baixo, de forma que você pode usá-la sem gastar muito com isso.

Assim como a segunda opção que apresentamos acima, ela independe do uso do celular para seu funcionamento. Igualmente, sua bateria dura até 10 horas longe da energia elétrica e tem conexão Wi-Fi.

Ainda, ela pertence à rede de pagamentos PagSeguro e, por isso, possui diversas formas de transferência de valores. Quanto às taxas, são de 1,99% para o primeiro ano e 2,99% após, quando a transação for no débito.

Já para compras no crédito, as taxas são de 3,19% a 4,99% para à vista e de 3,79% a 5,59% mais 2,99% para as parcelas. Para obtê-la é preciso pagar R$ 94,80 que tem pagamento em até 12 parcelas de R$ 7,90.

Ainda, esse pagamento dá direito ao uso da máquina para cobranças no débito ou crédito por até 5 anos, o maior prazo de todos!

Como saber qual é a melhor máquina de cartão para o seu caso?


Existem diversas nuances que podem fazer com que uma maquininha seja a melhor para você ou não. Por exemplo, as taxas e prazos de pagamentos. Nesse caso, considere qual é o tipo de venda que você mais realiza, se no débito, crédito ou em parcelas.

Igualmente, considere os valores de manutenção, bem como os tipos de cartão que aceita. Sempre busque saber quais são as formas de pagamento que o seu público mais utiliza, pois isso auxilia a escolher a máquina que permite você oferecer a alternativa gastando o menos possível para tal.