4 destinos internacionais para quem ama tecnologia

Se você é super antenado nos progressos digitais e adora estar por dentro do que existe de mais avançado no mundo, confira alguns lugares imperdíveis para conhecer!

É difícil encontrar alguém que não goste de viajar. Essa é uma das maneiras mais completas de conhecer outras culturas, comidas, idiomas e maneiras de enxergar o mundo.

Destinos internacionais

Muitas razões podem motivar alguém a realizar uma viagem: encontrar amigos ou familiares, conhecer um lugar absolutamente diferente daquele onde você vive, visitar um museu ou lugar histórico muito típico daquele local, entrar em contato com uma natureza totalmente nova para você, entre outros.

Na última década, cresceu o turismo vinculado a grandes centros tecnológicos para aqueles que amam as últimas novidades no mundo dos aparelhos eletrônicos e recursos virtuais. Se você nunca realizou esse tipo de viagem, veja alguns lugares onde é possível fazer um passeio inesquecível.

Bangalore


Para quem ama tecnologia e deseja muito visitar a Índia, um dos países mais populosos e culturalmente diversos do mundo, Bangalore, é um lugar e tanto para visitar.

Este município é a capital do estado de Karnataka, situado no sul do país, famoso por oferecer pontos interessantes para quem adora as novidades do mundo digital. Um deles é o Museu Industrial e Tecnológico Visvesvaraya, cujo principal objetivo é despertar o interesse das pessoas pelo mundo da pesquisa científica.

Além disso, a cidade também é famosa por ser uma “cidade jardim”, já que possui inúmeros parques públicos, museus históricos, construções em arquitetura colonial e bazares bastante movimentados. Um dos principais atrativos da cidade é que ela possui, simultaneamente, um ar tradicional e contemporâneo, com templos seculares e blocos de escritório super modernos.

Dublin


Esta é conhecida por ser uma das capitais mais amigáveis da Europa. A Irlanda se tornou um dos polos tecnológicos europeus, sediando diversas empresas de tecnologia e startups das mais diversas áreas.

A capital do país se tornou referência no mercado de Tecnologia da Informação (TI) nos últimos anos e lidera a inovação global em tecnologia incorporada, além de ter sido prevista pela Intel para se tornar a primeira cidade da “Internet das Coisas”.

Em 2018, três institutos da cidade (Institute of Technology (DIT), Institute of Technology Blanchardstown e o Institute of Technology Tallaght) se uniram em um projeto que pode criar a primeira universidade tecnológica da cidade, que seria capaz de desenvolver atividades voltadas para o mundo digital e, assim, elevar o nível de formação dos profissionais na cidade.

Seul


É um destino mais tradicional para quem gosta de tecnologia, mas ainda assim vale muito a pena. É na capital sul coreana onde está a SK Telecom — uma das pioneiras no que se refere ao emprego de TICs (Tecnologias da Informação e Comunicação).

Estando na cidade, um lugar imperdível para conhecer é o T.Um (Museu Tecnológico da SK Telecom), que traz um pouco desse histórico de inovações. Mas, para quem gosta de tecnologia, apenas circular pela cidade já garante uma experiência e tanto.

Seul conta com mais de 500 estações de metrô distribuídas em uma malha de 980 quilômetros de extensão — o que a torna a maior cobertura do planeta. Na capital, ainda existe o T-Money, um cartão recarregável na maioria das lojas de conveniência que pode ser usado em todos os meios de transporte da cidade. Esse cartão é aceito na hora de comprar produtos e, indo embora do país, o visitante é reembolsado.

Califórnia


Esse estado do sul dos Estados Unidos abriga o famoso Vale do Silício, onde estão as sedes de muitas startups e das maiores empresas do planeta no ramo (como Google, Apple e Facebook).

Considerada uma das maiores capitais tecnológicas do mundo, a Califórnia ainda aloja a garagem em que a empresa HP Deskjet nasceu (se tornando posteriormente uma das maiores empresas desenvolvedoras de computadores pessoais).