4 dicas para você se tornar redator freelancer

Uma das profissões que mais tem ganhado destaque recentemente é a de redator freelancer. 

Redator freelancer

É um prato cheio para quem gosta de escrever e busca uma nova carreira, sendo uma opção de retorno bem mais rápido para empresas que preferem contratar redatores ao invés de montar uma equipe interna.

Uma das maiores vantagens de ser freelancer é que você pode fazer o trabalho em qualquer lugar. Não é necessário ter um escritório, ou mesmo uma sala de reunião por hora para conseguir escrever.

O trabalho de redator não é nenhuma novidade. Entretanto, a tecnologia fez uma crescente demanda desse tipo de profissional para dar conta da quantidade de material solicitado diariamente.

Empresas de todos os portes, desde as menores até grandes multinacionais, precisam de alguém para criar conteúdos relevantes para seus canais digitais. Isso sem contar os textos focados em métodos publicitários mais convencionais.

Com isso, a demanda de textos que um redator freelancer pode desenvolver são muito variados. Existe campo para todo tipo de conteúdo, desde anúncios, roteiros e panfletos, até conteúdos para blogs, e-mails marketing e publicações em redes sociais.

Uma empresa de locação de salas para cursos pode contratar seus serviços para desenvolver textos relacionados ao serviço prestado, por exemplo.

Pensando nisso, neste artigo, estão abordados os benefícios de ser um ghost writer, por que investir nesse modelo de trabalho, assim como dicas e vantagens dessa profissão. Acompanhe a leitura!

Por que ser um redator freelancer


Um dos principais focos desse tipo de trabalho, atualmente, gira em torno do marketing de conteúdo.

Essa estratégia visa criar uma série de publicações relevantes para engajar de forma natural o público-alvo de uma empresa, apresentando soluções para problemas que os clientes possam ter sem tentar empurrar o produto ou serviço de imediato.

Logo, essa técnica tem ganhado cada vez mais foco entre as empresas, uma vez que é muito menos invasiva que estratégias mais comuns de marketing, como publicações em revistas, jornais ou anúncios em TV, além de ser uma opção muito mais econômica.

O ponto de atenção nesse tipo de produção não é a empresa ou o produto oferecido, e sim, a necessidade do cliente.

Ao criar um texto sobre reciclagem de bateria de celular, você desenvolve um conteúdo útil sem necessariamente indicar diretamente a empresa que trabalha com esse tipo de serviço.

Essa estratégia pode demorar um pouco mais para engajar no relacionamento, mas é muito mais funcional a longo prazo, uma vez que os clientes acabam se fidelizando e criando uma relação de confiança direta.


Aspectos para trabalhar com redação freelancer


Um dos principais motivos de muitas pessoas mudarem de carreira e buscarem a redação freelancer é a qualidade de vida. Uma vez que os textos têm um prazo definido de entrega, você tem muito mais liberdade para criar seus horários.

Isso permite que você tire pausas para resolver outros problemas do dia a dia, além de se estruturar para poder viajar ou passear com tranquilidade, adiantando seus trabalhos.

Se você precisar de um conserto portão eletrônico em sua casa, pode organizar seus horários para estar disponível quando o profissional chegar para o reparo, por exemplo.

O redator freelancer também trabalha de casa, evitando gastos de tempo e dinheiro desnecessários com transporte, alimentação e outros pormenores de trabalho em um escritório. Essa flexibilidade permite, inclusive, que você realize seu trabalho onde quiser.

É possível ir para a casa de parentes ou para uma casa de veraneio curtir um final de semana sem perder a oportunidade de produzir e ganhar com isso, bastando levar um notebook ou outro equipamento para desenvolver seu trabalho em algumas horas do dia.

O trabalho como redator freelancer te dá uma gama muito grande de assuntos a abordar e desenvolver.

Para pessoas que gostam de diversificar seus conhecimentos, estudar e aprender coisas novas, essa profissão surge como uma excelente oportunidade de crescimento pessoal.

É possível que você não tenha tido acesso a conteúdos como o funcionamento de automação residencial de persianas.

Ao escrever um texto sobre o assunto, você não só adquire informações, como pode acabar encontrando uma solução para algo que você precisava.

Cada cliente pode pedir um tipo de texto específico, seja algo mais técnico ou mais informal, sobre os mais variados assuntos. Aproveitar seu trabalho para ganhar conhecimento acaba tornando tudo mais interessante e divertido.

Você também tem liberdade para priorizar seus trabalhos, principalmente quando alcança uma cartela de clientes maior.

O trabalho em uma agência pode gerar demandas que você não pode negar, como escrever sobre polimento técnico automotivo, mas ao trabalhar para si mesmo, pode priorizar aqueles trabalhos com os quais se identifica mais.

Portanto, é importante lembrar que esse tipo de vantagem é depois de ter um certo renome no mercado.

Sem segurança financeira ou outras fontes de rendimento, talvez não seja possível escolher tanto. Ainda assim, a liberdade de não estar vinculado à um chefe pode ser muito útil.

Vale lembrar que a maioria dos trabalhos não vai exigir sua presença física em um escritório. Pensando nisso, qualquer lugar com uma boa conexão de internet e um computador é o ambiente ideal para você conseguir completar suas funções.

No entanto, ser redator freelancer exige uma grande responsabilidade. Você se torna dono de uma empresa, mas sem a estrutura de apoio de uma agência inteira.

Nesse caso, você precisa ser muito mais do que um simples redator.

É preciso cuidar das suas finanças, captar clientes e fazer todo o relacionamento e negociação com futuros contratantes. Esse tipo de atividade pode ser simples, mas desgasta muito uma pessoa que está acostumada apenas a escrever textos.

É preciso ter disciplina também, uma vez que você não terá um chefe. Seu tempo, seus projetos e prazos deverão ser controlados por você mesmo para manter um ritmo saudável, tanto para sua vida pessoal, quanto financeiramente.

Quanto um freelancer recebe?


O rendimento de um redator freelancer é variável. Isso significa que ele depende da quantidade de projetos para calcular seus lucros ao longo de um mês, além de não ter benefícios trabalhistas.

Elementos como décimo terceiro e férias também não existem, e afastamentos por doença não serão remunerados. Por isso, é importante criar desde o início um fundo de reserva para lidar com quaisquer imprevistos que possam acontecer.

Por ser um mercado atrativo, existe uma maior procura de pessoas interessadas, principalmente vindo de áreas não ligadas à redação.

Isso além de aumentar a concorrência, pode deixar o mercado mais complicado, pois estes profissionais estarão dispostos a aceitar quaisquer valores para fazer os textos.

É preciso que seu texto se destaque, apresentando conteúdo relevante e diferenciado para qualquer assunto, como tosa e banho, por exemplo.

Existem diversos sites que servem como ponte entre os redatores e as empresas, e muitos deles oferecem propostas que podem não ser muito atrativas para os redatores.

4 dicas para se tornar um redator freelancer


Iniciar pode ser um processo complicado, mas existem algumas ferramentas que você pode criar para conseguir se adequar a esse novo formato e adaptar sua rotina.

1. Se organize


Esse elemento é fundamental para você trabalhar como um ghost writer. O horário livre pode te fazer se perder muito facilmente, por isso, defina claramente o tempo que você utilizará em cada atividade, uma vez que ao longo de um dia você deve ter tempo para:

  • Trabalho;
  • Estudo;
  • Lazer;
  • Descanso.

Sem esses elementos, sua rotina pode acabar ficando maçante e prejudicar sua saúde física e mental.

2. Crie um portfólio


É importante que as empresas consigam encontrar seus trabalhos para identificar se seu conteúdo é o que elas desejam.

Assim, eles avaliam não só a qualidade de seus textos, mas também sua habilidade de trabalhar com a internet e se a linguagem que você usa é adequada para o que a organização procura.

Além disso, você pode criar um blog para colocar seu trabalho autoral. Ele pode acabar servindo também como ferramenta de análise para as empresas que o contratarem.

3. Faça networking


Conhecer as pessoas é fundamental. Quando você amplia sua rede de contatos, é muito mais fácil conseguir novas propostas de trabalhos. Cursos e palestras na área podem ajudá-lo a se engajar com pessoas que já trabalham na área e podem te dar valiosas dicas.

Um evento que falará sobre inovações em credencial de pvc pode acabar se tornando uma excelente oportunidade de vender seu trabalho.

Além disso, existem diversas comunidades virtuais focadas em freelancers, onde você pode oferecer seus serviços.

4. Seja persistente


Antes de começar a trabalhar, você vai receber muitos “nãos”. Isso não deve te desanimar, entretanto, para conseguir alcançar novos clientes e novas propostas, é preciso persistir, buscar novas estratégias e novas parcerias.

Além disso, é comum que você receba uma série de feedbacks por conta de seus trabalhos realizados. Saber recebê-los e identificar os pontos a melhorar é fundamental para alavancar sua carreira.

A profissão de redator freelancer pode ser muito vantajosa para qualquer pessoa que saiba gostar de escrever. Não há um delimitador de diplomas ou outro tipo de formação, bastando conhecer seu estilo de escrita e apresentando nos locais adequados.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.